quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Workshop de Panantukan traz um pouco das Filipinas para Itacoatiara!

       Oi galera, tudo bem com vocês? Após um tempinho afastado( desde agosto de 2016) o blog volta  com tudo. E aí, vamos conferir?






    Tanto Itacoatiara, em Niterói quanto a Ilha de Bohol, nas Filipinas, possuem várias belezas naturais e cada uma delas representa um pedacinho do paraíso na terra. Mas nesse sábado, dia 14, as 09:00 Itacoatiara vai ganhar um ar mais filipino devido ao workshop de Panantukan (conhecido também como Boxe Filipino) e Trancadas, ministrado pelo mestre Richard Clarke, que promove cursos separados e treinamento, com foco no MMA, no Projeto Geração Careta, em Niterói.
   De acordo com Richard, essa modalidade é “tipo” a parte avançada ( pós faixa preta) de

outra arte marcial filipina: o Kali Silat, uma modalidade que além dos socos e da guarda presentes no boxe comum, ainda consta com cotoveladas, chutes, joelhadas, cabeçadas, projeções, chão e chaves. A escolha do local, Itacoatiara, foi feita para trazer um ar meio tribal e voltar ao estilo original das artes marciais praticadas nas Filipinas, que acontecem ao ar livre.
   Clarke afirmou que , normalmente, os praticantes de outras artes marciais e os faixas pretas de Kali é que se inscrevem para os seminários, mas comentou que também dá aulas em cursos avulsos para qualquer cidadão de bem. E por falar em cidadão de bem, ele disse que se pudesse escolher um lutador de MMA para passar os ensinamentos sobre essa arte filipina, escolheria o lutador Anderson “Spider” Silva, pois o mesmo, além de cidadão de bem, já possui uma base no boxe filipino e seria ótimo melhorar seu jogo. Inclusive já deram uma entrevista para o jornal “O Globo” falando sobre o tema.
   

   E aí, se interessou pelo seminário e quer maiores informações? Entre em contato com o Mestre Richard Clarke pelo email: clarkekombato@gmail.com
   
  Richard Clarke deixou um recado para os interessados nessa arte marcial filipina: “Mente aberta ao novo, hoje a diferença nas lutas é o não usual, técnicas novas. Mabuhay (vida longa).”


                                             *Montagem com fotos: Mestre Richard Clarke em Itacoatiara
                                                                                Ilha Bohol nas Filipinas.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

O Fatality Arena, que traz duas disputas de cinturão, está de volta com sua 9ª edição.

                                                                                                                                   Por: Carol Meneses
       
       Após 1 ano e 4 meses, o Fatality Arena está de volta com sua 9ª edição, e promete uma noite que vai ficar para a história do MMA nacional, afinal as outras 8 edições do evento foram muito bem sucedidas. Uma curiosidade sobre o evento é a preferencia por mudar o local para cada edição, e dessa vez o lugar escolhido foi  o Ginásio do Country Club, em Pendotiba, Niterói, no dia 03 de setembro, sábado. Dentre as 10 lutas dessa edição, temos dois "duelos" valendo cinturão: no principal, Wanderson Panda defende seu cinturão( categoria de até 66 kg) contra Mauricio Facção. No co-main event, Benito Macapá e Clodoaldo Caveira medem forças em busca do cinturão inaugural  pela categoria até 70kg. O Esporte Interativo transmite, ao vivo e com exclusividade, as sete lutas do card principal.
 "O card está excelente, duas disputas de cinturão, a luta principal está muito divulgada, gerou uma polemica muito saudável para o evento, na outra disputa de cinturão entre Benito Macapá que vem de vitória contra o invicto Alcides Nunes vai pegar Clodoaldo Caveira que esta invicto no MMA, além de presença de lutadores de grandes equipes do Brasil como Nova União, Team Nogueira , Gringo Team ... podemos esperar uma das melhores edições do Fatality Arena "- diz Diogo Tavares, organizador do evento.

   Com batalhas de alto nível pelos cinturões da organização que estarão em jogo, quatro nomes promissores e conhecidos pelos fãs de MMA, com passagem por grandes eventos, estarão no cage. Na luta principal, Wanderson Panda, de 33 anos, chega credenciado após a edição de numero oito, quando conquistou o cinturão 66kg da organização. Estreante na franquia com um cartel de treze vitórias e dez derrotas, Mauricio Facção, lutador de Belo Horizonte, Minas Gerais, é detentor de 3 cinturões em sua careira , e promete conquistar o quarto nesta edição.
   Na co-luta principal, na categoria até 70kg, Benito Macapá, 38, é um lutador muito experiente com um cartel de seis vitorias e três derrotas, o lutador vem de um nocaute espetacular em sua ultima luta. Antes disso, havia vencido três lutas consecutivas e acumulava uma derrota para o ex. UFC Ronys Torres em uma bela batalha de 3 rounds . Clodoaldo Caveira, um pouco menos experiente, tem o cartel (2-0), e vem de vitória na ultima edição do evento. Os dois fazem um combate muito esperado pelos fã da trocação.
  Mas se engana quem acha que são apenas as disputas de cinturão que trazem vão esquentar a noite "Pendotibana" e trazer qualidade ao Fatality Arena 9. Atletas destaques no cenário nacional com grandes lutas em seu cartel formam o card do evento. André Borges e Ricardo Dias estão escalados para enfrentar Maicon Russinho e Jimmy Alan, respectivamente. Ricardo Dias, inclusive, retorna após lutar pelo cinturão do evento na ultima edição, aos 25 anos, depois de finalizar Marco Antônio Ribeiro, em junho o lutador prometer ir com tudo e caminhar para retornar a disputar o cinturão da organização. Já André Borges faz sua estreia na franquia, o atleta é destaque nos eventos que participou pela trocação apurada, ele vem de 3 vitorias seguidas sendo duas por nocaute.


Confira o card completo, sujeito a alterações.

Country Clube de Niterói, Pendotiba, Rio de Janeiro-RJ

Sábado, 03 de setembro de 2016

Até 66kg – Wanderson Panda ( DTM Team/Amapá Strike ) vs Maurício Facção ( BhFight )

Até 70kg – Benito Macapá ( DTM Team ) vs Clodoaldo Caveira ( Pedra Team/Gringo Team )

Até 66kg – Urso Branco ( TFT ) vs Pqp Libana ( Nova União )

Até 61kg – Jimmy Alan ( RMT ) vs Ricardo Dias ( DTM Team )

Até 66kg – André Borges ( CMT ) vs Maicon Russinho ( DTM Team )

Peso Pesado - Junior Dinamite ( Team Nogueira/Gringo Team ) vs Fernando Negão ( UBFT )

Até 74kg *– Victor Centauro ( DTM Team ) vs Ruan Machado ( MTJJ )

Card Preliminar


Até 66kg – Maurício Rossi ( Rossi Thai ) vs Diego Silva ( Eqbase )

Até 62kg *– Juliete Pitbull ( DTM Team ) vs Ana Costa ( Projeto FK )

Até 66kg – Rodrigo Element ( DTM Team ) vs Adversário a definir

Até 77kg – Ruy Fragoso ( DTM Team) vs José Feliciano ( RMT )

Até 57kg – Gonzalo Loffler ( Baixinho Team ) vs Mariano Ribeiro Machado ( DTM Team )



*Peso Combinado

sábado, 25 de junho de 2016

Marcus Vinicius “Scoob" Ribeiro: Do passatempo à carreira!

                                                                                                                Por: Carol Meneses
O guerreiro( foto: divulgação)

    São muitos os motivos para ingressar nas artes marciais, entre eles: a busca por autoconfiança, aumento de disciplina, melhora na saúde e claro o divertimento. E foi esse último que trouxe Marcus Vinicius “Scoob”, 19 anos para o Jiu Jitsu. Através do convite de um amigo taxista, quando o atleta tinha 14 anos, para experimentar alguns treinos da arte suave e foi amor ao primeiro golpe.
  A partir daí ele não parou mais, passou a dar um valor competitivo maior ao esporte e acabou participando e conquistando alguns campeonatos como o MUNDIALIBJJF 2015, I e II etapa do circuito paulista 2016 e o nacional do Chile 2016. O guerreiro, que por enquanto é atleta apenas de Jiu Jitsu, gosta, as vezes, de treinar fora do ambiente de academia, e os lugares preferidos para esses treinos são: Pico do Urubu, praças e praias.
  Marcus classifica a final do mundial de 2015 como a sua melhor luta, pois passou por algumas dificuldades e quase não conseguiu participar do mundial nos EUA. Quando a luta acabou, o guerreiro sentiu um alívio por ter concluído o trabalho, além de ter dedicado a vitória para a equipe Rodolfo Ionta, e  a todos que o apoiaram. O atleta garante que não teve nenhuma luta que tenha se sentido prejudicado.
  O objetivo de “Scoob” é chegar à faixa preta, se dedicar cada vez mais ao esporte para competir entre os melhores e com isso ser lembrado como um dos grandes nomes do esporte. Marcus Vinicius deixou um recado para todos aqueles que sonham em entrar no jiu jitsu, em outra arte marcial ou para a vida:
Pódio do Pan-Americano IBJJF( foto: divulgação)

“ Sempre faça tudo com muito amor e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá." - Ayrton Senna “Carrego essa frase comigo e acredito que serve pra muita gente. Não só dentro do Jiu Jitsu ou em algum outra arte ou esporte.”

PRINCIPAIS TÍTULOS

  • 1º LUGAR – MUNDIALIBJJF | 2015PESADO | ADULTO | FAIXA AZUL
  • 1º LUGAR – PAN-AMERICANOIBJJF | 2015  PESADO | ADULTO | FAIXA AZUL
  • 3° LUGAR – MUNDIAL IBJJF | 2016 PESADO | ADULTO | FAIXA ROXA
  • 1º LUGAR –I ETAPA CIRCUITO PAULISTA | 2016 PESO E ABSOLUTO | ADULTO| FAIXA ROXA
  • 1º LUGAR – II ETAPA CIRCUITO PAULISTA |2016 PESO E ABSOLUTO | ADULTO| FAIXA ROXA
  • 1° LUGAR – NACIONAL DO CHILE | 2016
  •  PESO E ABSOLUTO | ADULTO | FAIXA ROXA

OUTROS TÍTULOS

  • 1º LUGAR – II ETAPA CIRCUITO PAULISTA | 2015
  • 3° LUGAR – III ETAPA CIRCUITO PAULISTA | 2015
  • 3° LUGAR – GRAND SLAM ABU DHABI | 2015
  • 3º LUGAR – MUNDIAL CBJJE | 2014
  • 3º LUGAR – BRASILEIRO CBJJE | 2014
  • 2º LUGAR – MUNDIALCBJJE | 2013
  • 1º LUGAR – PAN-AMERICANOCBJJE | 2012

quarta-feira, 15 de junho de 2016

UFC e Tocha Olímpica na cidade das mangueiras!

                                                                                                             Por: Carol Meneses
Lyoto e outras perso

  O estado do Pará possui muitas qualidades que fazem inveja ao resto do Brasil, e não falo apenas de suas guloseimas como: mangas, açaí, tacacá, e outras “coisitas” mais. Umas dessas qualidades são a receptividade, garra e força dos paraenses. Força essa bastante utilizada por lutadores desse estado como: os irmãos Marajó, Érica Paes, e claro Lyoto Machida.  E por falar no “The Dragon”, ele foi o responsável por dar início ao revezamento da Tocha Olímpica na cidade de Belém, na tarde desta quarta-feira (15). Lyoto, que é baiano radicado no estado do Pará, deu início ao percurso que terá  161 pessoas, entre atletas, esportistas e celebridades na cidade. O guerreiro publicou esta legenda em seu Instagram: “Com muito orgulho conduzi a tocha com a chama olímpica no Pará, estado onde me criei, onde cresci! To muito feliz por ser tão bem recebido pelo povo caloroso de Belém.”
   A tocha, também, será carregada por outras personalidades paraenses, como o cantor de carimbó Pinduca, as cantoras Fafá de Belém e Gaby Amarantos, além de pessoas importantes para a história do esporte do Pará, exemplos de Suzete Montalvão, destaque do atletismo no final da década de 1980, e o treinador de boxe Ulysses Pereira. A dupla Re-Pa, famoso clássico do futebol paraense também é representada no revezamento. No Clube do Remo, o remador Prontito e o jogador de vôlei Marcelo Lobato participarão do evento, enquanto que, no Paysandu, a tocha será carregada pelo vice-presidente Sérgio Serra.
   Machida está afastado do UFC desde junho de 2015. O brasileiro, que iria lutar em abril deste ano contra Dan Henderson, assumiu o uso do suplemento 7-Keto, que contém a substância proibida DHEA, proibida pela USADA (agência antidopagem norte-americana) e foi impedido de lutar.

  A celebração final, na cidade de Belém, acontecerá no Portal da Amazônia, e já conta com uma multidão esperando as atrações culturais. Além da cidade das mangueiras, a tocha também passará pelo município de Santarém e pelo distrito de Alter do Chão, na região Oeste do estado.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Espartanos de Marituba- Pa

                                                                                                     Por: Carol Meneses
Atletas da academia em campeonato( facebook)

   A célebre frase do filme 300, “This is Sparta”( Isto é Esparta) tem tudo a ver com Marituba, no Pará, isso porque, na cidade, existe uma academia  de artes marciais chamada “Sparta Mma”. Os  irmãos Eder  Jhouffer e Jhonatan Afonso, junto com alguns amigos de infância: Anderson, Steuces, Erick, Tiago, Péricles e Wuelington, pensando em mudar a vida de crianças e jovens carentes através das artes marciais.
  O nome da academia foi escolhido pela garra comum entre os espartanos e os idealizadores da academia, pois ambos não se importavam com as dificuldades, e mesmo sabendo que poderia dar errado eles não desistiram. Uma das dificuldades é o local que continua sendo alugado, mas o sonho é montar um local próprio e assim poderão continuar ajudando esses jovens e crianças.
  A Sparta não  oferece, apenas,  aulas de artes marciais( jiu jitsu, boxe e muay thai), mas também lembram dos ensinamentos de Deus para orientar os alunos. Mas se engana quem pensa que Eder e seu grupo pretende parar por aí. A ideia é acrescentar cada vez mais modalidades e ajudar para que cada vez mais pessoas troquem a criminalidade pelo esporte, as algemas pelas medalhas e uma possível morte pela vida.

  De acordo com os idealizadores do projeto, o grande diferencial é o comprometimento dos guerreiros, que amam utilizar as artes marciais para fazer o bem aos outros.  Eder Jhouffer deixou um recado para o pessoal que Marituba que pretende iniciar seus treinamentos nas artes marciais: 

  “Mesmo não sendo um lugar  muito bem estruturado, como muitas academias, temos o principal que um centro de artes marciais bom pode ter: paz ,alegria ,união, respeito, disciplina e o principal de tudo é que temos fé numa melhora e que nós somos capazes de chegar além do que as pessoas podem imaginar.”

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Invasão cor de rosa no Favela Kombat

                                                                                                       Por: Carol Meneses


   Favela Kombat, evento que tem o objetivo de levar o esporte e lazer para dentro das comunidades carentes, acreditando que é possível tirar muita gente do mundo da perdição, promove, neste dia 22 de maio às 18:00 no Clube do Embaixadores, em São Gonçalo, pela sua 19ª edição um evento, exclusivamente, feminino. O evento, que pretende mostrar que as mulheres estão com tudo, seja nas artes marciais ou fora dela.
    De acordo com Claudinho MMA, organizador do evento, a ideia do evento nasceu com o intuito de criar outro perfil de eventos, ou seja modalizar o esporte e conseguir a atenção do patrocinadores. O evento, que terá duelos de Submission, Muay Thai e MMA, promete esquentar a quadra do Clube dos Embaixadores com os show das meninas. Por falar nas meninas, a escolha das lutadoras foi bem fácil, já que o FK possui um quadro de guerreiras muito bom, por isso só foi preciso combinar os pesos.
   A ideia é acrescentar a edição feminina ao calendário normal, e apesar da dificuldade de atrair patrocínio o organizador garante que não vai desitir. Apesar de todos os eventos de lutas serem em benefício do esporte, o diferencial do Favela está nas diversas oportunidades que o evento dá aos atletas. Claudinho comentou sobre essa diferença e ainda mandou um recado aos fãs de artes marciais:
“Estamos na edição de numero 19 e com orgulho que eu falo que muita gente começou a carreira aqui no Favela Kombat. ”
 “Alô amantes das artes marciais, Vocês acham que o lugar das mulheres é na cozinha? Vocês estão enganados. E para provar isso convido a todos para que compareçam  ao primeiro Favela Girl, eu garanto que não vão se arrepender. Vão ter socos e chutes para todos os lados. A Porrada Vai Comerrrrr”
Detalhes do Evento:
Data: 22 de Maio
Horário: 18:00
Local: Clube dos Embaixadores- R. Maria Fonseca, 60 - Porto Novo, São Gonçalo - RJ.

terça-feira, 17 de maio de 2016

Quando o aluno esquece os valores das artes marciais

                                                                                                         Por: Carol Meneses
Foto do facebook( Kleber Duarte)

   Várias matérias  do blog mostram os valores (disciplina, respeito ao próximo, respeito aos mais velhos,...) ensinados pelos mestres de artes marciais para seus alunos. Porém, nem sempre os alunos levam o que aprendem para a vida. Esse foi o caso do ex aluno da academia Niterói Muay Thai, Victor Augusto, que praticou um ato covarde ao agredir o Sr. Murilo Paiva Duarte, 64 anos, no último sábado, dia 14/05, por volta das 19 horas e 40 minutos na rua Rubens Brasil no Fonseca-Niterói.
   De acordo com seu filho, Kleber Duarte, Murilo, que tem deficiência auditiva nos dois ouvidos, atravessava a rua para ir ao Bar do Paulinho com o objetivo de comprar refrigerante e cerveja, enquanto seu filho Kleber Duarte manobrava o carro para ir embora. Quando seu filho observou de longe, viu que o pai estava olhando para trás e se despedindo dele, até que um carro entra na rua, seu Murilo, que é querido por todos da rua, faz sinal para que o carro passe.
   Quando o filho se aproximou de onde eles estavam, presenciou  Victor Augusto(de acordo com sua extinta página do Facebook é lutador, acho que está mais para enganador, de artes marciais.) sair do carro e desferir um soco no rosto do senhor Murilo. A reação de Kleber ao ver a cena foi: descer do carro, segurar Victor e deixar que a esposa dele o retirasse de perto do seu pai. Isso aconteceu, com as filhas de Victor no carro testemunhando tudo. Ele comentou sobre sua reação e sobre o resultado do soco: “Eu, mesmo tomado por raiva, não tive a mesma atitude do Sr. Victor, apenas protegi meu pai e o levei ao médico para cuidar dos ferimentos. Resumo: 10 pontos na boca e um sentimento de humilhação e indignação. ”
   Kleber Duarte mandou um recado aos familiares e amigos: “Meu pai está bem e o Sr. Victor responderá por esse ATO DE COVARDIA na Justiça. Peço que hajam com sabedoria, pois o Sr. Victor Augusto não merece retaliações, que não sejam  da Justiça!”
   É por causa de gente como esse rapaz(que por sinal está longe de ser um lutador) que, infelizmente, ainda existe um certo preconceito com quem pratica artes marciais. Porém, graças a Deus, isso é um fato isolado, e na maioria dos casos os praticantes de artes marciais, seja atleta ou apenas praticante levam o que , na minha opinião, é mais importante dentro desse meio, que são os valores das artes marciais: disciplina, autocontrole, respeito ao próximo, em especial aos mais idosos. 
   Por sinal, esses são valores muito importantes para a Niterói Muay Thai( eu sei por experiência própria, pois treinei, bem de leve, com o Emerson Falcão, exemplo de lutador e pessoa) que além de nota na página do face ainda entrou em contato através de um lutador da academia e amigo da família:
    “Viemos através desta nota esclarecer um episódio chato que envolveu nosso nome por um ex aluno da equipe que se envolveu em uma briga na rua. Somos totalmente contrários à qualquer manifestação de violência. O pensamento da arte marcial é contrário à essa idéia. Prezamos pela boa conduta dos alunos dentro e fora da academia. Agora a justiça determinará as punições adequadas, o mesmo que faríamos administrativamente caso o envolvido ainda estivesse treinando com a gente. Não brigue, lute 🙏

   Recado do lutador Henrique Tavares de Castro para a família da vítima: “Boa tarde pessoal sobre a nota que compartilhei a pouco venho pedir desculpas em nome da equipe Niterói Muay thai da qual faço parte, sou professor da mesma, o ato covarde de um indivíduo está colocando toda uma equipe em cheque. Sou lutador a algum tempo e quando isso  acontece, sempre vem à tona  que artes marciais são violentas e esquecemos que violência é escolha de cada um. Sou lutador nunca fiz um ato covarde desse tipo bater em uma pessoa idosa. Peço desculpa ao meu amigo Kleber Duarte e sua família, e venho dizer que esse covarde não me representa e nem a Niterói Muay thai espero que seu pai esteja melhor. Termino dizendo que o lutador treina uma vida para ter auto controle nunca perder controle nem ser agressivo com as pessoas. E para a Niterói Muay thai  e os professores Heggas Miguel, Emerson Vieira Emerson Vieira Falcão, Felipe Andreoli e os demais professores mil desculpas!! As ações de um não podem atingir a toda uma e equipe que está fazendo um ótimo trabalho nas artes marciais. Não podemos julgar um ato de uma pessoa que treinou arte marcial com LUTADORES  no dia a dia.”

   Se você, lutador ou praticante de artes marciais acha triste ler uma matéria dessas, então valorize, e muito os valores que seu mestre ensina. E não use apenas dentro de octógonos, tatames ou ringues...,use para o palco mais importante que é a VIDA